A rede, que não se contenta com o segundo lugar, pôs no ar novela que balançou a rede da família Marinho

Dez Mandamentos novela da Record

O SBT de Silvio Santos contentava-se com o segundo lugar e sua publicidade dizia isto abertamente. A TV Record, pelo contrário, almeja o primeiro posto e cria projetos para superar a TV Globo. Seu jornalismo, por exemplo, é de alta qualidade, com profissionais competentes, experimentados. Não fica a dever, tanto em termos nacionais quanto internacionais, ao dos produtos da família Marinho. Ressalte-se que o “Jornal Nacional” sempre esteve à frente do “Jornal da Record”, em termos de audiência.

Num campo, depois do sucesso da Manchete com “Pantanal” (de 1990) — criada por Benedito Ruy Barbosa e dirigida por Jayme Monjardim, Carlos Magalhães, Marcelo de Barreto e Roberto Naar —, a Globo sempre foi soberana: o da teledramaturgia. Mas em 2015 o reinado da Globo foi ameaçado pela novela “Os Dez Mandamentos”, da Record.

Em alguns momentos, a novela da Record superou tanto o “Jornal Nacional” quanto a novela principal da Globo, a das 9 horas. Comenta-se que o tema religioso atraiu as massas e é possível que isto seja verdadeiro, ao menos em parte. Porém, num país em que há certa flacidez religiosa — sobretudo entre os católicos; ao contrário dos evangélicos, não são todos que participam com frequência dos cultos nas igrejas —, é possível que a qualidade da novela e seus atores (com ex-estrelas da Globo) tenham atraído telespectadores. Aparentemente há também um cansaço com as novelas da Globo e, por isso, há quem sugira que sejam mais curtas, com enredos menos estendidos e enrolados (problema derivado do tempo que fica no ar). As novelas tendem a ficar mais próximas das séries.