Euler de França Belém
Euler de França Belém

Lula planeja, caso seja eleito, controlar a imprensa e a internet

Se Bolsonaro é um risco para a democracia, o que dizer de um pré-candidato que fala em “regulamentar” a imprensa?

Chávez e Lula da Silva: o cordeiro está virando lobo? | Foto: Reprodução

Por certo, Lula da Silva já se considera eleito presidente da República, pois agora não esconde que, caso seja aprovado nas urnas, vai trabalhar para controlar os meios de comunicação e a internet. Coisa que o presidente Jair Bolsonaro, apontado como autoritário pela imprensa, não ousou fazer.

“Todo dia me perguntam: quando é que você vai fazer uma autocrítica? Tenho que fazer uma autocrítica. Nós não tratamos a reforma da comunicação, a regulação (da mídia), como deveria ser tratada. Aprovamos um programa para que uma gente possa regulamentar os meios de comunicação. Eu não sei por que ‘cargas d’água’ não foi colocado no Congresso esse projeto”, afirma Lula da Silva. Parece evidente que o petista-chefe é o radical do PT, não exatamente outros petistas, como Franklin Martins.

O petista acrescentou: “Eu gostaria que uma Rede Globo pedisse desculpas pra mim”, diz Lula. “Eu vi como a imprensa na Venezuela destruía o Chávez. Nós teremos que ter um compromisso público de que nós vamos ter que fazer um novo marco regulatório dos meios de comunicação e espero que os senadores e deputados entendam que isso é necessário para a democracia. Inclusive discutir com a sociedade uma da regulação da internet. Para que a internet se transforme numa coisa do bem”.

Não há dúvida de que Bolsonaro está se tornando uma ameaça para a democracia. Mas controlar a mídia é um ato que fere gravemente a democracia. Depois, controlada a imprensa, se tentará controlar o Ministério Público.

O cordeiro está virando lobo? E antes do tempo? A revista “Veja” foi a primeira a reagir, denunciando o provável revanchismo. A Globo, a “Folha de S. Paulo” e o “Estadão” vão sair da canoa do petista, verdadeiro elefante em loja de louças finas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.