Euler de França Belém
Euler de França Belém

Jacaré perdeu para Yoel Romero, mas a luta verdadeira não foi vista pela turma do canal Combate

Até o ótimo Luciano Andrade aderiu aos comentários patrioteiros e “deu” a vitória para o brasileiro

Jacaré-Romero_1

Os comentários do canal Combate em geral são certeiros, notadamente os de Luciano Andrade. Mas muitas vezes prevalecem as patriotadas. Na luta entre o brasileiro Ronaldo Jacaré e o cubano Yoel Romero, com o primeiro sugerindo que está fora de forma, fiquei com a impressão de que via uma luta nas imagens e percebia outra luta a partir dos comentários. Até o excelente Luciano Andrade aderiu à patriotada. O que é uma pena, porque é quase sempre justo e independente.

No primeiro round, Romero venceu muito bem. No fim do round, Jacaré estava tonto e, quando sentou-se para o intervalo, parecia desmotivado, com cara de derrotado. Mesmo assim, voltou um pouco mais animado para o segundo round, mas, ao contrário do que dizem os comentaristas do Combate, não ganhou. O cubano parecia mais em forma, atacando e se defendendo bem. Jacaré não parecia, como dizem, “efetivo”.

No terceiro round, não há o que discutir: Jacaré ganhou, e até muito bem. Mas quem assistiu a luta, e desistir de levar a sério os comentários patrioteiros da turma do Combate, deve ter percebido que o brasileiro cometeu um erro crasso.

Jacaré estava vencendo a luta em pé, Romero parecia meio tonto. Mas, não se sabe por quê, o brasileiro decidiu lutar no chão. Se estava vencendo em pé, e poderia ter nocauteado o cubano, por que levá-lo para o chão? Não se sabe. Falta de apoiadores atentos ou mera crença de sua superioridade no chão?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.