Euler de França Belém
Euler de França Belém

Editora Abril demite Airton Seligman, da VIP, e Denis Russo, da Superinteressante

A ordem na empresa da família Civita é enxugar as equipes de suas para conter custos e enfrentar a crise econômica

Airton Seligman e Denis Russo foram demitidos da chefia de redação das revistas "VIP" e "Supeinteressante"

Airton Seligman e Denis Russo foram demitidos da chefia de redação das revistas “VIP” e “Superinteressante” | Foto: Divulgação

Na semana em que o jornalista Carlos Maranhão lançou a biografia de Roberto Civita (pela Companhia das Letras), informando que a Editora Abril chegou a ter 10 mil funcionários, a empresa volta a demitir. Depois de uma série de demissões e extinções de revistas, a Abril afastou na terça-feira, 20, os diretores de redação da “VIP”, Airton Seligman, e da “Superintessante”, Denis Russo. São dois profissionais avaliados como do primeiro time da imprensa patropi e as baixas, portanto, não têm a ver com queda de qualidade do trabalho deles como editores e redatores. Alexandre Versignasse é o novo diretor de redação da “Superintessante” e da “Mundo Estanho”. Ele era redator-chefe da Super. Sergio Gwercman é o novo diretor de redação da “VIP”.

A Abril informou as demissões, mas decidiu não explicá-las. Nas redações, o que se comenta é que a nova direção da empresa quer enxugar as equipes, por motivo de contenção de custos (os salários dos jornalistas das publicações da família Civita só não superam os salários pagos por alguns redes de televisão). Assim, alguns editores terão de acumular funções.

Jornalistas dizem que ouvem profissionais contando que o faturamento da Abril, dada a crise econômica, caiu. Como a expectativa é de que o país não se recupere tão cedo, a empresa está enxugando gastos, e não apenas com mão de obra.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.