Euler de França Belém
Euler de França Belém

Editor de O Popular dorme no ponto e confunde Luziânia com Rio Verde

Jornal informa na capa a publicação de uma pesquisa de intenção de voto do Serpes sobre Rio Verde, indica a página 12, mas lá só há pesquisa de Luziânia

Capa de O Popular de quinta-feira, 25: informação errada

Capa de O Popular de quinta-feira, 25: informação errada

O eleitor Luiz Inácio da Silva (nome fictício, como fictícia é a precisão da imprensa patropi) mora em Rio Verde e, ao passar numa banca de revistas e jornais, leu a notícia na capa de “O Popular” (quinta-feira, 25): “Serpes — Polarização em Rio Verde entre PSD e PSDB”. Mesmo achando a notícia estranha, comprou o jornal e correu à página 12, onde estaria a reportagem.

Problemas

1 — Polarização entre PSD e PSDB em Rio Verde? Papo furado. O candidato do PSD a prefeito do município, o deputado Heuler Cruvinel, tem como vice uma política do PSDB, Maria José Guimarães Cabral.

2 — Depois de correr à página 12, Luiz Inácio da Silva surpreende-se: lá não há nenhuma reportagem e pesquisa sobre Rio Verde, e sim sobre Luziânia. De fato, neste município, localizado no Entorno do Distrito Federal, a disputa está polarizada entre o candidato do PSDB, Marcelo Melo, e o candidato do PSD, Cristóvão Tormin.

3 — Detalhe: Rio Verde fica no Sudoeste e Luziânia fica no Entorno do Distrito Federal. Os dois municípios ficam no Estado de Goiás, mas bem distantes um do outro. “O Popular”, por descuido, tratou-os como se fossem um só município.

O erro de “O Popular” acabou por “queimar” o ineditismo da pesquisa de Rio Verde, que possivelmente será divulgada na próxima edição.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.