Euler de França Belém
Euler de França Belém

Corinthians foi campeão com um time que ganharia a Série B mas não a Série A do Campeonato Espanhol

Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

O Corinthians é o campeão do Brasileirão 2015. Merecidamente. Não há dúvida de que se trata do melhor time da Série A. Mas empolga e joga um futebol ao nível de Barcelona e Real Madri? De jeito nenhum. Ganharia a Série B mas não a Série A do Campeonato Espanhol.

O Brasileirão deste ano certamente vai entrar para a história como um dos mais desmotivados da história do futebol brasileiro. A palavra que melhor o define é “mediano” — não Brasileirão, e sim Brasileirinho. Não se pode apontar um craque incontestável, daqueles que levam o torcedor aos estádios.

Num campeonato com vários times medíocres — o Cruzeiro perdeu energia, tornando-se um time comum —, o Corinthians, insista-se, merece certos louvores. Como conjunto, bem armado pelo técnico Tite, é uma força considerável. Mas não é, vale repetir, um timaço, um timão. Num universo de timinhos, é um time.

O Atlético Mineiro joga um futebol mais vistoso, mas falta-lhe a regularidade do Corinthians. Numa partida jogava muito bem, goleava o adversários, para, noutro jogo, perder jogando de maneira bisonha. O time da terra de Carlos Drummond de Andrade e Cyro dos Anjos jogou para ser vice-campeão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.