Euler de França Belém
Euler de França Belém

Ascensão de André Petry ao cargo de diretor de redação não significa que a revista Veja vai acabar

A direção política de um meio de comunicação é dada muito mais pelos proprietários do que pelos editores

| Foto: Reprodução

Diogo Mainardi e André Petry: os dois, jornalista e escritor, sabem que quem manda na linha política da revista Veja são os proprietários | Foto: Reprodução

Há pelo menos 48 anos que adversários anunciam a morte da “Veja”. Com ou sem crise, a revista continua viva. O novo sr. do apocalipse é Diogo Mainardi, ex-colunista da publicação da Editora Abril, ancorado no blog O Antagonista. Ele frisa que a indicação de André Petry para o cargo de diretor de redação significa que o PT assumiu o comando da revista. Para as redes sociais, a crítica é perfeita e os usuários compartilham sem verificar sua veracidade. Só que é falsa. “Veja” não está à beira da extinção. O PT não assume a chefia da revista com a ascensão de Petry. A mudança da linha editorial — sobretudo em termos políticos — de uma revista é feita pelos proprietários, não pelo editor. Petry é um jornalista brilhante, ponderado e equilibrado. Pode contribuir para melhorar a imagem da revista, com a exposição do contraditório de maneira mais ampla e precisa.

5 respostas para “Ascensão de André Petry ao cargo de diretor de redação não significa que a revista Veja vai acabar”

  1. Avatar Epaminondas disse:

    Quer dizer que a Carta Capital vai contratar o antigo editor da Veja, pra procurar isenção e conquistar mais leitores?

  2. Avatar Alberto Nery disse:

    Para mim tenho certeza que não mudará em nada. Jornais,revistas,rádios e TV,só vejo,leio e ouço enquanto não vejo que está tomando partido. Por exemplo em Goiás,tem um jornal que só o compro,quando algo amigo escreve algum artigo. Radio AM,fico com a Universitária,porque as demais dá vontade até de quebrar o rádio e na FM RBC das 7 as 8 porque é vicio desde de criança,e a CBN Goiânia.

  3. Avatar Delcio Mencio disse:

    Que contraditório quando o óbvio que esta ai o supera em muito, em nenhum lugar do planeta achara o que foi feito pelo PT, a sombra de uma justiça suspeita, só em ditaduras sanguinárias se vê algo igual. Contraditório? O Brasil precisa de uma vigorosa assepsia, sendo feita uma destruição TOTAL do PT, o foco da podridão, não pode sobra nada. Se Veja não pode ajudar a fazer isto, não me serve para nada, só para limpar o…

  4. Avatar FERNANDO CHRISTOFFEL disse:

    De minha parte acabou mesmo. Decidi pelo cancelamento da assinatura, que seria renovada neste mês. A revista, segundo o editor, “bate nos dois lados”, mas há evidências que bate com muito mais prazer na Direita. Estamos no momento de fazer com que as coisas deem certo no país, independentemente de quem está no poder. Chega de espírito de mau agouro e berreiro.

  5. Avatar Mauro Moreira disse:

    E agora José? A “Oia” só não acabou porque o capitalismo, tão “combatido” pelos comunistas petralhas, a salvou da falência. Por enquanto. Esse editor petralha até que demorou a cair. Trabalhará onde? A Carta Capital faliu, os blogs sujos estão pela hora da morte. Fará bico onde?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.