Euler de França Belém
Euler de França Belém

A morte de Moacir Japiassu, um jornalista brilhante e um escritor de qualidade

Sua mulher escreveu: “Meu ruivo adorado foi embora. A última coisa que me disse foi que queria morrer. E como era do temperamento dele, fez o que achou melhor”

Moacir Japiassu foto do Comunique

O jornalista paraibano Moacir Japiassu morreu na quarta-feira, 4, aos 73 anos. Dada a jovialidade de sua escrita, parecia ser mais jovem. Ele, que teve um AVC em 12 de setembro e estava internado, trabalhou nos principais jornais e revistas do país — como “Veja”, “IstoÉ”, “Placar”, “Jornal da Tarde”, “Jornal do Brasil”, “Última Hora” — e foi editor-chefe do “Fantástico”. Brilhou em todos, dizem seus colegas. Era um chefe exigente (não tinha paciência, por exemplo, com jornalistas que erram e, mesmo corrigidos, continuam falhando), mas participativo e sabia valorizar talentos reais. O que todos relatam é que escrevia muito bem. Não apreciava ser chefe.

No Facebook, a mulher de Japi, Márcia Lobo, escreveu: “Meu ruivo adorado foi embora hoje de manhã. A última coisa que me disse — embora mal conseguisse falar — foi que queria morrer. E como era do temperamento dele, fez o que achou melhor”.

Moacir Japiassu era um grande jornalista e um escritor relativamente subestimado. Ao contrário de alguns jornalistas que, por conheceram algumas técnicas de redação, aventuram-se na literatura e escrevem romances e contos sofríveis, o Japi era um prosador de primeira linha, dono de uma imaginação poderosa. Nos últimos anos, escrevia uma deliciosa coluna no portal Comunique-se (www.comunique-se.com.br). O “Jornal da ImprenÇa”, com cedilha mesmo, comentava, de maneira bem humorada, falhas da imprensa. É provável que vários jornalistas aprenderam algumas “regras” de Língua Portuguesa e, sobretudo, de jornalismo lendo os textos corrosivos e deliciosos de Japi. Ele chegou a reproduzir algumas críticas da coluna Imprensa, do Jornal Opção, no Comunique-se.

Japi é autor de “Unidos Pelo Vexame”, “A Santa do Cabaré” e “O Sapo Que Engolia Ilusões”.

[A foto acima é do Comunique-se]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.