Augusto Diniz
Augusto Diniz

Partido da Mulher Brasileira elege dois homens vereadores em Goiânia

Os candidatos Edgar Duarte Careca e Pastor Wilson chegaram à Câmara da capital na noite desde domingo. O primeiro recebeu 2.905 votos e o segundo 2.298

Edgar Duarte Careca e Pastor Wilson são novatos entre os vereadores eleitos em Goiânia e são os homens que representam o PMB na Câmara | Fotos: Divulgação/TSE

Edgar Duarte Gomes tem 41 anos, nasceu em Uberlândia e se declara como um homem branco. Na urna em Goiânia, preferiu concorrer a vereador com o nome Edgar Duarte Careca. Pela foto, dá para notar porque escolheu o apelido de fácil assimilação. Gastou R$ 23.792,64 com despesas de campanha e arrecadou R$81 mil em receitas. Tirou R$ 35 mil do próprio bolso para concorrer a uma das 35 cadeiras no Legislativo na capital goiana.

A empreitada obteve sucesso. Careca recebeu 2.905 votos e foi eleito vereador de Goiânia. Além do dinheiro que tirou do próprio bolso, recebeu o restante em doações de pessoas físicas. Declarou à Justiça Eleitoral ter apenas um carro Hyundai HB20 1.0 ano 2018 no valor de R$ 35 mil. O mesmo valor que aplicou na campanha.

Idade igual, história parecida

Ao lado dele, o mesmo partido elegeu o Pastor Wilson. Wilson Pereira da Silva Cunha, que é natural de Goiânia, tem a mesma idade de Careca: 41. Também se declarou um homem branco e casado, como fez o companheiro de partido. Sua votação foi um pouco menor do que a do primeiro eleito da legenda. Pastor Wilson recebeu 2.298 votos. Mesmo assim garantiu uma das 35 cadeiras no Legislativo municipal.

Pastor Wilson, que é um funcionário público que ocupa cargo comissionado, gastou R$26.844,21 durante a campanha em 2020 para conseguir ser eleito vereador de Goiânia. Assim como o colega partidário, arrecadou mais do que declarou em despesas. Com R$ 19,045 mil na conta eleitoral, Pastor Wilson foi menos ousado do que Careca. Colocou apenas R$ 500 do próprio bolso na corrida eleitoral.

O único bem declarado à Justiça Eleitoral no nome do Pastor Wilson, vereador eleito de Goiânia, também é um veículo. Trata-se de uma motocicleta Honda CG 150 Titan na cor preta, ano 2013, no valor de R$ 5 mil. Todos os outros dados das campanhas de Edgard Duarte Careca e Pastor Wilson importam, mas o mais relevante ainda não foi dito. Os dois serão os representantes, a partir de fevereiro de 2021, do Partido da Mulher Brasileira (PMB) na Câmara de Goiânia.

Da mulher no nome, dos homens no papel

O partido, que leva mulher no nome, tem histórico de eleger parlamentares homens. Na Legislatura 2015-2019 na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF), os cinco representantes da bancada do Partido da Mulher Brasileira eram homens. Em Goiânia, para manter a tradição da sigla, dois homens vão representar o PMB no Legislativo da capital.

Vão defender a pauta da mulher, propostas feministas ou que dizem respeito aos direitos das mulheres? Vamos aguardar. Mas o histórico do Partido da Mulher Brasileira não joga a favor do nome que acompanha a sigla.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.