A Comurg realizou nesta quarta-feira, 5, a remoção de lixo descartados de forma irregular, com o uso de retroescavadeiras, pás-carregadeiras, caminhões truck e tratores, dentre outros maquinários, em lotes baldios, vias públicas e canteiros de 25 bairros de Goiânia.

De acordo com a companhia 125 lugares foram mapeados onde a população realiza o descarte irregular. São móveis, eletrodomésticos, galhadas de árvores, lixo orgânico e sobras de material de construção jogados pelas ruas da cidade. A sujeira acaba acarretando problemas para os próprios moradores.

Além da poluição, há a proliferação de pragas como ratos e mosquitos. “Deixar esses materiais nas vias públicas é crime contra o meio ambiente e pode resultar em problemas ambientais e de saúde pública”, alerta o presidente da companhia, Alisson Borges.

Entre os 25 bairros atendidos ao longo do dia, estão: Campinas, Centro, Setor Sul, além de pontos da Avenida Leste Oeste, arredores do manancial Capim Puba, Urias Magalhães e Esplanada dos Anicuns.

A prefeitura recolhe, diariamente, 1,5 mil tonelada de lixo com descarte irregular pelas ruas da capital, e pede à população que use o serviço do Cata-treco, que é gratuito e deve ser agendado, além dos cinco ecopontos que funcionam diariamente das 07h às 22h.