Após exibir um vídeo de um assalto em supermercado no Jardim Guanabara II, em seu discurso, o vereador Sargento Novandir (Avante) ofereceu uma recompensa por mais informações a respeito dos envolvidos. Com várias notas de 100 reais na mão, o parlamentar prometeu uma quantia de R$ 2 mil para quem ajudasse a localizar o paradeiro dos dois suspeitos.

“Dois mil reais de recompensa para qualquer pessoa que trouxer informações para o vereador Sargento Novandir sobre quem são esses ladrões”, disse o parlamentar. Ele também disponibilizou um número de celular para receber para receber as denúncias. Além de garantir que todas serão anônimas.

Em seguida, Novandir guardou o bolo de dinheiro e tirou uma algema do bolso. Alegando também estar armado, ele prometeu que encontraria os dois suspeitos de cometer o crime. “Esses criminosos no momento da abordagem eles vão escolher se querem ser conduzidos para a delegacia algemados ou deitados dentro da viatura do IML”, afirmou.

Outros casos

Essa não foi a primeira vez que o vereador se envolve em polêmicas dentro da Casa. Em outras ocasiões, Novandir levou pizzas para o plenário em protesto contra a CEI da Comurg e se vestiu de palhaço após discussão sobre projeto do IPTU. Recentemente, o Ministério Público também denunciou ele por agredir uma servidora.

Entretanto, em nenhum dos casos que transformam a Câmara em “circo” houve consequências para o parlamentar. Sobre a última situação, a Câmara respondeu que seria necessário que alguém represente contra o vereador.

Leia também:

Inscrições para concurso da Câmara de Anápolis começam em dezembro

Comissão da Câmara dos Deputados vai discutir problema de quedas de energia em Goiás