Com a recontagem dos votos finalizada, a diplomação do próximo vereador de Goiânia Markim Goyá (Patriota) está marcada para o dia 17 de outubro. Resta apenas o novo parlamentar apresentar a contas eleitorais de campanha. Até a Câmara Municipal ser notificada, o vereador Paulo Henrique da Farmácia (Agir) continua com o mandato.

Entretanto, restando menos de duas semanas para ser encerrar o mandato, Paulo Henrique já está clima de despedida. Por exemplo, ele já renunciou ao cargo na Comissão de Justiça e Constituição (CCJ). Além de ter finalizado o relatório do projeto que prorroga o contrato dos servidores temporários da educação, aprovado na última quarta-feira, 4.

Por outro lado, Goyá chega para ampliar a bancada do presidente da Casa, Romário Policarpo. Além dos dois, o Patriota ainda conta com o vereador Cabo Senna. Na última eleição, o novo vereador recebeu 3.021 votos, mas não foi eleito.

Em duas ocasiões, Goyá assumiu o mandato de dois vereadores licenciados. Em 2018, o político ficou 47 dias no cargo após afastamento de Juarez Lopes (PDT). Já no ano passado, ele assumiu a titularidade do mandato de Senna, após um pedido de licença de 125 dias, por conta de motivos particulares.