O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino (PSB), exonerou nesta quarta-feira, 19, 26 dos 27 chefes regionais da Política Rodoviária Federal (PRF). Incluindo o superintendente de Goiás, Luiz Fernando Naves Sanches de Siqueira. Todas as dispensas foram publicadas na edição extra do “Diário Oficial da União”.

A decisão do Governo Federal veio após quase um mês da nomeação de Antônio Fernando Souza Oliveira como novo diretor-geral da PRF. Entretanto, conforme apontou o vice-presidente do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais em Goiás (SINPRF-GO), Marcelo de Azevedo, as mudanças são consideradas normais. 

“Essas alterações acabam sendo naturais por conta da mudança de presidente da República”, explicou o diretor do SINPRF-GO. “O novo governante escolhe o chefe nacional e este escolhe a equipe para todos os estados. As mudanças feitas em Goiás vão na mesma linha do resto do país. Eles vão montar uma equipe com pessoas de confiança para colocar em prática as políticas”, completou.

Independente das mudanças, Azevedo elogiou a última gestão da PRF-GO e afirmou que não ocorrerão problemas no processo de mudança. “Acreditamos que grande parte do corpo técnico será mantida e por conta do profissionalismo, o processo de transição será bem tranquilo, sem nenhuma mudança estrutural”, destacou o sindicalista.

No mesmo sentido, a presidente do SINPRF-GO, Kênia de Oliveira Silva, também destacou que não houve nenhuma surpresa com a mudança e que situação não terá problemas. “Já era previsível que isso iria ocorrer. Aqui em Goiás esperamos que seja uma transição tranquila”, disse a líder sindical.

“A PRF tem um diferencial que todos os Superintendente, necessariamente, tem que ser um policial rodoviário federal”, ressaltou Kênia para o Jornal Opção. “Então, temos muitos nomes qualificados para ocupar a função. Estamos atentos, acompanhados as mudanças”, afirmou.

Apesar do novo diretor da PRF ter sido nomeado no início do mês, os nomes dos substitutos ainda não foram divulgados. O único que ficará no cargo é o superintendente interino do Piauí, Jair Lima.

Todos os superintendentes exonerados da PRF:

  • Acre – Getulio Mario Gomes De Azevedo
  • Alagoas – Ivan Anderson Barbosa Chagas
  • Amazonas – Diego De Farias Silva
  • Amapá  – Aldo Balieiro Machado
  • Bahia – Virgilio De Paula Tourinho
  • Ceará – Gilson Alves De Oliveira
  • Distrito Federal – Leonardo Alves De Oliveira Rodrigues
  • Espiríto Santo – Jean Ricardo Alves Duque
  • Goiás – Luiz Fernando Naves Sanches De Siqueira
  • Maranhão – Jandir Andre Lubenow
  • Minas Gerais – Bruno Schneider Raslan
  • Mato Grosso – Francisco Elcio Lima Lucena
  • Mato Grosso do Sul – Luiz Alexandre Gomes Da Silva
  • Pará – Diego Joaquim De Moura Patriota
  • Paraíba – Giovanni Bosco Farias Di Mambro
  • Pernambuco – Antonio Vital De Moraes Junior
  • Paraná – Antonio Paim De Abreu Junior
  • Rio de Janeiro – Alexandre Carlos De Souza E Silva
  • Rio Grande do Norte – Luiz Idalino Camara Pinheiro
  • Rondônia – Rommel Pessoa Dantas
  • Rio Grande do Sul – Robson De Oliveira Souza
  • Roraima – Felipo Jesus Medeiros
  • Santa Catarina – Andre Saul Do Nascimento
  • Sergipe – Jason Gomes Terencio
  • São Paulo – Antonio Fernando De Miranda
  • Tocantins – Almir Eustaquio Da Silva

Mudanças na Polícia Federal

Além das exonerações estaduais da PRF, o Governo ainda publicou na mesma edição do “Diário Oficial da União” os nomes dos novos 18 diretores da Política Federal (PF). Em Goiás, Marcela Rodrigues De Siqueira Vicente assumiu o cargo de Cassandra Ferreira Alves Parazi. 

Confira a lista completa de mudanças na PF:

  • Alagoas – Sai Juliana De Sá Pereira Goncalves Pacheco e entra Luciana Paiva Barbosa
  • Amazonas – Sai Eduardo Alexandre Fontes e entra Umberto Ramos Rodrigues
  • Goiás – Sai Cassandra Ferreira Alves Parazi e entra Marcela Rodrigues De Siqueira Vicente
  • Maranhão – Sai Renato Madsen Arruda e entra Sandro Rogerio Jansen Castro
  • Mato Grosso – Sai Sergio Sadao Mori e entra Ligia Neves Aziz Lucindo
  • Mato Grosso do Sul – Sai Chang Fan e entra Agnaldo Mendonça Alves
  • Minas Gerais  – Sai Marcelo Salvio Rezende Vieiras e entra Tatiana Alves Torres
  • Pará – Sai Fabio Marcelo Andrade e entra Jose Roberto Peres
  • Paraíba  – Sai Marcelo Ivo De Carvalho e entra Christiane Correa Machado
  • Paraná -Sai Omar Gabriel Haj Mussi e entra Rivaldo Venancio
  • Pernambuco – Sai Daniel Grangeiro De Souza e entra Antonio De Padua Vieira Cavalcanti
  • Rio de Janeiro – Sai Ivo Roberto Costa Da Silva e entra Leandro Almada Da Costa
  • Rio Grande do Norte – Sai Luiz Carlos Nobrega Nelson e entra Larissa Freitas Carlos Perdigão
  • Santa Catarina  – Sai Luiz Carlos Korff Rosa Filho e entra Aletea Vega Marona Kunde
  • São Paulo  – Sai Rodrigo Piovesano Bartolamei e entra Rogerio Giampaoli
  • Sergipe  – Sai Juner Caldeira Barbosa e entra Aline Marchesini Pinto
  • Tocantins – Sai Rodrigo Da Silva Bittencourt E entra Reginaldo Donizetti Gallan Batista