O lateral direito Daniel Alves foi detido pela polícia espanhola nesta sexta-feira, 20, enquanto prestava depoimento sobre um caso de assédio sexual, em Barcelona. O brasileiro está sendo acusado por uma mulher que afirmou ter sido assediada por ele em uma festa. A situação teria acontecido na madrugada do dia 30 de dezembro de 2022 e está na Justiça da Catalunha. 

De acordo com a denúncia, o jogador do Pumas (México) teria assediado a vítima em uma boate na cidade de Barcelona. Segundo o El Taquigrafo, Daniel Alves foi flagrado entrando em um banheiro para seguir a mulher. Em seguida, após os dois deixarem o recinto, a mulher teria começado a chorar.

Quando alertados sobre a situação por amigas da vítima, funcionários do local acionaram um protocolo para vítimas de assédio e tentaram localizar o jogador. A polícia também foi acionada, mas o lateral direito já havia deixado a boate.

A Justiça espanhola está investigando o caso há dez dias e está sendo acusado de “delito contra a liberdade sexual”.

Segundo a rede de televisão local RTVE, o ex-jogador da Seleção Brasileira foi visto saindo em uma viatura da polícia após prestar depoimento em uma delegacia. Apesar de não ter mandato de prisão em aberto, ele já está à disposição da Justiça.