Viviane Senna, irmã do piloto Ayrton Senna, é cotada para o Ministério da Educação

A psicóloga e Mozart Neves Ramos, diretor do Instituto Ayrton Senna, conversaram com Onyx Lorenzoni e Joice Hasselmann

Jair Bolsonaro e Viviane Senna, irmã de Ayrton Senna

O presidente eleito Jair Bolsonaro cogita indicar a presidente do Instituto Ayrton Senna, a psicóloga Viviane Senna, para o Ministério da Educação. A equipe do líder do PSL reuniu-se com a executiva para discutir Educação na quarta-feira, 14. Ela teria sido “sabatinada”.

O Instituto Ayrton disse à “Folha de S. Paulo”: “O Instituto Ayrton Senna foi convidado pela equipe do governo eleito para apresentar um diagnóstico e caminhos de melhoria da educação brasileira”.

Viviane Senna, irmã do piloto Ayrton Senna, e Mozart Neves Ramos, diretor do Instituto Ayrton Senna, conversaram com o deputado Onyx Lorenzoni, futuro ministro da Casa Civil, Joice Hasselmann (PSL), deputada federal eleita por São Paulo. Participaram também membros do Movimento Todos Pela Educação.

Joice Hasselmann apresentou Viviane Senna a Bolsonaro, revela a “Folha”. Ela agrada ao presidente eleito porque avalia que a função da Educação é não fazer doutrinação ideológica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.