Andrey: à serviço de Iris | Foto: Fernando Leite

Vereadores da Câmara Municipal de Goiânia lamentam que seu presidente, Andrey Azeredo (PMDB), trate o Legislativo não como um poder independente, e sim como uma extensão da Prefeitura de Goiânia. “Andrey pede a bênção do prefeito Iris Rezende para qualquer decisão que precisa tomar na Câmara”, afirma um vereador.

Não fosse a presença ativa de alguns vereadores, como Eliaz Vaz (PSB) e Cristina Lopes (PSDB), a Câmara deveria ser transferida para o Paço Municipal. Porque Andrey Azeredo transforma-a, todos os dias, numa extensão da prefeitura.

Jorge Kajuru (PRP), embora seja mais tolerante com Iris Rezende, também é um vereador posicionado e contribui para que a Câmara não se torne uma autarquia do Paço Municipal.