Vanderlan Cardoso pode ser o adversário de Iris Rezende na disputa pela Prefeitura de Goiânia

Iris Rezende e Vanderlan Cardoso: os dois políticos podem terçar forças na eleição de 2016 pelo comando da Prefeitura de Goiás l Fotos: Fernando Leite/Jornal Opção

Iris Rezende e Vanderlan Cardoso: os dois políticos podem terçar forças na eleição de 2016 pelo comando da Prefeitura de Goiás l Fotos: Fernando Leite/Jornal Opção

Não há outras palavras justas, diria Flaubert: é prematuro discutir a eleição para a Prefeitura de Goiânia, a de 2016, com a campanha política de 2014 ainda em andamento.Entretanto, como os políticos projetam cenários, numa tentativa às vezes vã de sondar o inescrutável futuro, o jornalismo tem o direito (e o dever) de especular e, ao mesmo tempo, apresentar aquilo que se expõe nos bastidores. Recentemente, numa conversa entre um petista, que se quer irista, e um peemedebista, igualmente irista, um repórter do Jornal Opção colheu uma história que merece registro. Os jovens iristas, depois de falar mais do governador Marconi Perillo, disseram que, em conversas privadas, Iris Rezende admite que, se perder mais uma vez para o tucano-chefe, deverá disputar a Prefeitura de Goiânia em 2016, quando terá 83 anos. Sua tese: o prefeito Paulo Garcia, mesmo que recupere sua administração, possivelmente não terá tempo para reconstruir a imagem pessoal e, assim, terá dificuldade para fazer o sucessor. Por isso, o PMDB, que não morre de amores pelo PT, deve lançar candidato a prefeito.

Segundo os iristas, Iris também teria admitido que, se não for candidato, pode bancar sua mulher, Iris Araújo, ou uma de suas filhas, possivelmente Ana Paula Rezende, para a disputa da Prefeitura de Goiânia.

Agora, observe-se o nexo da disputa de 2014 com a de 2016. Se for derrotado em 2014 e não disputar eleição em 2016, Iris perderá o controle do PMDB para outras forças políticas, revigoradas pelo discurso de que o partido precisa abrir espaço para o “novo”. Para tentar se manter como a “oposição” mais sólida, o PMDB deve lançar candidato a prefeito. Noutro campo da oposição, no PSB, especula-se que, como tende a perder a eleição para governador, Vanderlan Cardoso vai disputar a Prefeitura de Goiânia. Esta possibilidade pode excluir uma aliança entre Iris e Vanderlan num provável segundo turno para o governo do Estado. E pode favorecer uma aliança do segundo com o governador Marconi Perillo. Claro, são hipóteses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.