Thiago-Peixoto-foto-reproducao
Thiago Peixoto é destaque na Câmara | Foto: Alex Ferreira/ Câmara Federal

O governador Marconi Perillo disse a um repórter do Jornal Opção que lamenta a saída do economista e deputado federal Thiago Peixoto de sua equipe. O tucano-chefe o percebe como um homem de ideias; acima de tudo, um formulador. Mas o jovem político queria e precisa partilhar a experiência da vida parlamentar, por isso deixou o governo e voltou para a Câmara dos Deputados.

Em Brasília, dada sua capacidade de articular e se movimentar, Thiago Peixoto está ampliando seu raio de atuação. O líder do PSD passou a integrar a comissão que debate o teto dos gastos e, segundo deputados de outros partidos, está se destacando por sua forte atuação em favor da responsabilidade fiscal.

Por seu conhecimento de economia, é economista por formação, e experiência no setor público — foi secretário da Educação, do Planejamento e de Desenvolvimento Econômico do governo de Goiás —, Thiago Peixoto começa a se destacar no Parlamento. Seus pares elogiam-no tanto pela competência técnica quanto por sua serenidade na exposição de seu ponto de vista e na contestação das ideias de seus oponentes. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o percebe como um interlocutor criativo. Na semana passada, participou de uma audiência coletiva e, depois, com uma reunião em separado com o czar da economia.

Em Goiânia, em decorrência da disputa para prefeito — apoia a candidatura de Francisco Júnior, do PSD —, Thiago Peixoto procura participar dos “debates construtivos”, aqueles que são de interesse público. O líder pedessista cobra que os postulantes ao cargo de prefeito firmem compromisso em defesa do Uber, que, como a literatura de James Joyce e Faulkner, veio para ficar, é incontornável, que se queira ou não. “O Uber é um avanço para a cidade, para a sociedade.”