O governador Marconi Perillo, a Assembleia Legislativa e o Tribunal de Contas dos Municípios estão estudando multas menos altas para os prefeitos que cometerem irregularidades. A razão é que as prefeituras goianas, notadamente as pequenas e as médias, estão quebradas.