Sírio-Libanês libera Kajuru de cirurgia e senador eleito terá alta na segunda-feira

O jornalista, que será tratado com medicamentos, afirma que seu tratamento será bancado pelo plano de saúde do Bradesco, não pelo Senado

Vereador e senador eleito Jorge Kajuru (PRP) | Foto: Alberto Maia / Câmara Municipal de Goiânia

O jornalista e senador eleito Jorge Kajuru, do PRP de Goiás, ligou para o Jornal Opção na quinta-feira, 18, para prestar informações “corretas” sobre seu problema de saúde. “O médico Marcelo Sobber, especialista em pâncreas, examinou meu caso e, como o tumor no pâncreas é benigno, decidiu que não será preciso fazer nenhuma cirurgia. O tratamento será feito com medicamentos, como antibióticos.” Ele diz que não se trata de um caso grave.

Kajuru afirma que, “como não há necessidade de fazer cirurgia, como ela custará 100 mil reais?”. “Há outra questão: tenho plano de saúde do Bradesco, que cobre qualquer cirurgia. Portanto, não procede que o Senado custeará meu tratamento. Ademais, ainda nem assumi o mandato, portanto não tenho direito a tratamento pago pelo Senado. E, quando tiver, vou continuar me tratando pelo plano do Bradesco. Não aceito plano de saúde vitalício.”

Ao deixar o hospital Sírio-Libanês na segunda-feira, 22, Kajuru se hospedará no apartamento do amigo José Luiz Datena, apresentador da Band. “Volto para Goiânia no dia 28”, informa Kajuru.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.