Secretaria da Economia refuta informações de que estaria preterindo trabalho de auditores

Pasta se posicionou por meio de nota

A Secretaria da Economia se posicionou sobre matéria do Jornal Opção que cita a não convocação de 120 auditores fiscais em concurso público. “A Secretária entende exatamente o contrário, que o trabalho dos auditores é fundamental para o Estado”, escreveu. Leia na íntegra:

Nota Resposta

A Secretaria da Economia do Governo de Goiás torna público em nota que a matéria publicada pelo Jornal Opção no dia 13/05/2019, cuja manchete diz: “Governo de Caiado decide não convocar 120 auditores fiscais aprovados em concurso” publicou inverdades atribuindo como ditas pela Secretária da Economia, Cristiane Schmidt. E como se não bastasse, não a acionou para ouvir sua opinião, como preza o jornalismo ético. A matéria também não tem assinatura do jornalista que escreveu, o que causa estranheza no que tange a quem interessa esse tipo de conteúdo mentiroso.

A Secretária da Economia, Cristiane Schmidt, nunca afirmou que “não está convencida de que o trabalho do auditor fiscal ajuda a aumentar a arrecadação”. Até porque a Secretária entende exatamente o contrário, que o trabalho dos auditores é fundamental para o Estado.

Ressaltamos ainda que, em diversas oportunidades, inclusive em entrevistas já publicadas, bem como em audiências na Assembleia Legislativa, a Secretária Cristiane sempre ressaltou a importância do trabalho dos auditores fiscais tanto no combate aos crimes contra a ordem tributária, como no papel de agente arrecadador para o Estado de Goiás.

Todos os concursos serão avaliados pela Junta de Programação e Execução Orçamentária e Financeira do Estado de Goiás (JUPOF), não sendo uma decisão de um secretário, mas de um Comitê formado por várias Pastas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.