O senador do DEM, como o PMDB resiste a apoiá-lo, está construindo uma base político-eleitoral independente

Ronaldo Caiado, senador por Goiás | Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O senador Ronaldo Caiado, pré-candidato a governador de Goiás pelo DEM, dá mostras de que não acredita mais que terá o apoio do PMDB para a disputa. Por isso, permanece fechando alianças com os partidos quase-nanicos e os nanicos.

Depois de fechar uma aliança com o PHS, por intermédio de Eduardo Machado, Ronaldo Caiado fechou aliança com o PPL de José Nehto e o PMN de Eduardo Medeiros. O senador está evitando que Daniel Vilela, que teria deixado de articular, amplie sua base político-eleitoral.

Um democrata afirma que, se Ronaldo Caiado ampliar sua base de apoio político-eleitoral, ainda que com partidos pequenos, o prefeito de Goiânia, Iris Rezende, pode forçar o PMDB a apoiá-lo. Mas vai depender muito das pesquisas, que, no momento, são favoráveis ao postulante do DEM.