Revista Veja diz que João Doria e Michel Temer querem Marconi na presidência do PSDB

Há um consenso de que o governador de Goiás é o político que pode aglutinar as correntes do tucanato

O governador de Goiás, Marconi Perillo, é o político que pode unir as facções do PSDB. Por isso é cotado para presidir o partido. O prefeito de São Paulo, João Doria Jr., aposta que se trata do nome indicado para dirigir o tucanato nacional. O presidente Michel Temer, do PMDB, também o avalia como um quadro qualificado, que pensa mais no país do que em grupos, para dirigir o PSDB.

A última edição da revista “Veja”, na coluna “Radar”, assinada por Maurício Lima, assinala: “Além da preferência de Doria, Marconi Perillo tem o apoio total do Palácio para assumir a presidência do PSDB”.

Sobre João Doria, que planeja disputar a Presidência da República, cresce a possibilidade de ele disputar o governo de São Paulo. Com o apoio do governador Geraldo Alckmin. Seria uma forma de impedir que o senador José Serra dispute o governo.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.