PT pode bancar Humberto Aidar para prefeito de Goiânia e Edward Madureira para vice

Na foto Humberto Aidar Crédito: Fernando Leite

Humberto Aidar: “Sou forte em Goiânia” | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

O deputado estadual Humberto Aidar, reeleito com mais de 28 mil votos, disse ao Jornal Opção que Iris Rezende, derrotado para governador de Goiás, tende a disputar a Prefeitura de Goiânia, em 2016. “A tendência PT Pra Vencer, a qual pertenço, deve lançar candidato a prefeito. Eu vou colocar meu nome para a disputa.”

Humberto Aidar afirma que tem a imagem positiva, é conhecido e é sempre bem votado na capital. “Sou forte em Goiânia”, frisa. Ele não diz isto, mas há outro aspecto que lhe é positivo: não tem ligação com o prefeito Paulo Garcia, que passa por uma fase de desgaste intenso. No Paço Municipal, conta-se, do porteiro ao prefeito, que Paulo Garcia quer bancar a deputada eleita Adriana Accorsi (PT) para vice de Iris Re­zende (PMDB).

Na disputa em Goiânia, na opinião do deputado, só grupos fortes, como PT, PMDB e PSDB, têm chances reais de eleger o próximo prefeito. “Vanderlan Cardoso, se for só com o PSB para a disputa, tende a ser derrotado, assim como perdeu para governador. É provável que, se não ampliar a aliança, nem dispute a eleição na capital.”

Há quem avalie que uma chapa com Humberto Aidar para prefeito e Edward Madureira na vice é “fortíssima”.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.