PSDB confirma Fábio Soares como pré-candidato a prefeito de Itaberaí

Janayna Wollp e Wellington Baiano ganham um adversário de peso, Fábio Soares, que tem ligação com o agronegócio

Fábio Soares e Jânio Darrot: aposta na disputa de Itaberaí | Foto: Divulgação

A vereadora Janayna Wollp Lúcio, do PSC, e o ex-prefeito Wellington Baiano, do DEM, eram apresentados como “forças únicas” na disputa para prefeito de Itaberaí. Aliás, Baiano tem problemas judiciais, que acredita contornáveis, mas que podem travar sua postulação (há quem aposte que, na hora agá, a ex-prefeita Rita de Cássia será a candidata do governismo estadual). Agora, surge uma nova força. Pré-candidato a prefeito de Itaberaí pelo PSDB, Fábio Soares aceitou entrar na disputa. Após ser estimulado pelo presidente estadual da sigla, Jânio Darrot, o tucano afirmou na segunda-feira, 10, que já está à procura de uma equipe de marketing de Goiânia para tocar a propaganda de sua campanha.

Janayna Wolpp, pré-candidata do PSC| Foto: Divulgação da Câmara

“Estou pronto para o debate e para o embate. Desde que o PSDB me procurou para encampar essa missão, tenho me debruçado em projetos de expansão de algumas culturas do agronegócio, como forma de ampliar a economia de Itaberaí”, diz Soares. “É chegada a hora de nosso município voltar a ser protagonista do agronegócio goiano.”

“Vamos apoiar, de maneira contundente, a principal vocação do município, que é o agronegócio, dando manutenção em nossas estradas vicinais”, postula. “Vamos cobrar ajuda do governo estadual para que nossas rodovias estaduais recebam a devida manutenção para que não tenhamos problemas para escoar a nossa safra.”

Wellington Baiano: pré-candidato do DEM | Foto: Reprodução

Fábio Soares diz que faz parte de seu projeto a atração de indústrias do ramo agropecuário. “Temos muita matéria-prima, mas precisamos agregar valor sobre esta matéria-prima. Assim como o milho, que é produzido aqui e é destinado para alimentação de aves pela Superfrango na produção de carne, temos também a soja, a laranja, todos com grande potencial para atração de indústrias de transformação para que deixemos de vender nossa produção de maneira primária.”

Outra preocupação, explica o tucano, é com relação às questões urbanas. “Muitos bairros experimentarem um crescimento desordenado, com loteamentos aprovados em gestões passadas sem infraestrutura, sem asfalto, prejudicando a saúde das nossas crianças.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.