Ponto biométrico da Câmara de Goiânia será por leitura facial

A Câmara de Goiânia vai implantar a leitura facial para aferir o ponto biométrico de seus servidores efetivos e comissionados. Em resposta a estudo encomendado pela Mesa Diretoria, a Diretoria de Tecnologia da Informação do Legislativo sugeriu a ferramenta tecnológica como a melhor opção de controle de entrada e saída de funcionários.

O ponto dos vereadores já é biométrico, aferido durante as sessões plenárias. Com as mudanças na aferição de frequência, a Câmara de Goiânia terá seu próprio Estatuto do Servidor, com regras e jornadas próprias de funcionamento e trabalho. Atualmente, o Legislativo segue as regras de expediente da Prefeitura de Goiânia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.