Otavinho Lage pode disputar o governo de Goiás em 2022

O empresário costuma dizer que só vai cuidar da Adial e de seus negócios, em Goianésia. Mas há quem aposte que o espaço em 2022 será para a figura do gestor especializado

O empresário Otavinho Lage (os empreendimentos da família empregam 7 mil pessoas na região do Vale do São Patrício) afirma que não será candidato a prefeito de Goianésia, em 2020. Acrescenta, por vezes, que política não é mais seu negócio e postula que o espaço está reservado para seu irmão, Jalles Fontoura, que deve disputar a prefeitura do município.

Otavinho Lage, presidente da Adial e empresário em Goianésia (negócios geram 7 mil empregos)| Foto: Reprodução

Mas, ao se tornar presidente da Adial, que representa o empresariado goiano, Otavinho Lage pode ser compelido a disputar mandato de governador, em 2022. Aos amigos, costuma sugerir que não pretende ser candidato. Mas empresários querem e políticos de vários partidos consideram que é uma alternativa para o governo. Ele é tido como um gestor eficiente.

O nome mais cogitado do PSDB é o do prefeito de Trindade, Jânio Darrot.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.