O presidente do Patriota sustenta que as virtudes do pré-candidato, bom senso e equilíbrio, são aprovadas pelos eleitores

Marden Junior, vereador: o pré-candidato a prefeito de Trindade pelo Patriota combina a experiência da gestão de Jânio Darrot com o espírito de renovação | Foto Divulgação

O presidente do Patriota, Jorcelino Braga, tem examinado pesquisas qualitativas e quantitativas com atenção redobrada. Depois de fazer cruzamentos e de revisar dados, exaustivamente, o político, empresário e marqueteiro concluiu: “Marden Júnior será o próximo prefeito de Trindade”. O repórter questiona: “O sr. diz isto porque o vereador é filiado ao seu partido?”

Braga responde, rápido: “Se eu estivesse dizendo isto porque o Marden é filiado ao meu partido não seria nada inteligente. Na verdade, depois de examinar os dados e suas variantes, posso falar que se trata de convicção”.

Jânio Darrot: mais do que um cabo eleitoral, o prefeito de Trindade é o grande general eleitoral de Marden Júnior | Foto: Reprodução

“A oposição apresenta basicamente três pré-candidatos — Dr. Antônio (Antonio Carlos Caetano de Moraes), do DEM, George Morais, do PDT, e Ricardo Fortunato, do MDB — e o prefeito, Jânio Darrot, do PSDB, está no segundo mandato e com uma aprovação de 73%. Ele é sempre estável em ‘ótimo’ e ‘bom’ — nunca cai. Portanto, a alta popularidade do prefeito, avaliado como um gestor eficiente e que modernizou e revolucionou Trindade, vai pesar muito a favor de Marden. As pesquisas mostram, com fartura de informações, que os eleitores não querem correr riscos, por isso a tendência é que apoiem o jovem político”, analisa Braga. “Marden é o candidato de Jânio Darrot e, ao mesmo tempo, simboliza a renovação.”

Jorcelino Braga, presidente do Patriota em Goiás: “Tenho convicção de que Marden Júnior vai ser eleito prefeito de Trindade” / Foto: Reprodução/Rota Jurídica

“Marden Júnior, por si só, é uma revelação tanto administrativa — foi excelente secretário da administração de Jânio Darrot — quanto política. Ele é novo, tem experiência como gestor, aprendeu muito com a experiência do prefeito e, crucial, não tem rejeição. Pelo contrário, ele é visto como um político simpático e sincero pelos eleitores. O Brasil experimentou uma onda com a direita radical, pró-Bolsonaro e pró-Wilson Witzel, bateu no muro e não funcionou. Agora, está voltando o bom senso e o equilíbrio, que são virtudes do Marden Júnior”, assinala Braga.