O prefeito de Anápolis, João Gomes, é empresário e um político atento. Ele sabe, como todos sabem, que o município não tolera Iris Rezende e o PMDB. Tanto que o partido morreu na cidade. Como quer ser candidato à reeleição em 2016, João Gomes disse que está apoiando a presidente Dilma Rousseff, mas não declarou voto em Iris Rezende. Na verdade, amigo pessoal o governador Marconi Perillo, seu voto pessoal vai para o tucano-chefe. Porém, devido a ser filiado ao PT, não vai fazer campanha direta para Marconi.

João Gomes sabe que, se apoiar Iris Rezende para governador, pode encomendar caixão e vela preta como postulante à reeleição. O prefeito mostra que sua inteligência política é refinada e, sobretudo, demonstra personalidade para enfrentar setores do PT que, na prática, se tornaram servos do irismo.