No Palácio das Esmeraldas, só 3 deputados defendem José Vitti pra presidente da Assembleia

Chiquinho Oliveira, com apoio também fora da base, pode surpreender o líder do governo

chiquinho oliveira e josé vitti foto 1

O governador de Goiás, Marconi Perillo, reuniu-se na quarta-feira, 4, à noite, no Palácio das Esmeraldas, com os 11 deputados estaduais do PSDB. Uma das pautas foi a eleição para presidente da Assembleia Legislativa, em outubro deste ano. O tucano-chefe sugeriu que, como tem a maior bancada, o PSDB tem de definir um nome e, em seguida, trabalhá-lo na base governista, quer dizer, com os demais partidos da base aliada. Na prática, dois parlamentares já colocaram seus blocos nas ruas, com lobbies em ação: José Vitti, líder do governo, e Chiquinho Oliveira (na foto acima, Chiquinho Oliveira é o primeiro e José Vitti, o segundo).

José Vitti, embora apontado como favorito, por ter começado sua “campanha” mais cedo, conseguiu que apenas três deputados se manifestassem publicamente em sua defesa: Talles Barreto, Iso Moreira e Nédio Leite. Há quem aposte que terá o apoio de Helio de Sousa, mas o discreto e polido presidente do Legislativo não se manifestou. É pouco, considerando que a base tem 11 parlamentares. Chiquinho Oliveira, que trabalha também fora da base, pode conquistar o apoio dos mais jovens. Pode acabar surpreendendo José Vitti, que parece avaliar que será (ou está) eleito por antecipação e por isso articula menos do que o rival.

A capacidade de articulação de Chiquinho Oliveira é incomparável. Se José Vitti dormir no ponto, ficará na chapada.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.