Com exceção de Vanderlan Cardoso, o emedebismo tem os dois nomes mais forte na disputa pela Prefeitura de Goiânia

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende, está ante um dilema. Ele é favorito para disputar a reeleição e quer ser candidato. Mas não sabe se, daqui a dez meses, continuará tão favorito quanto agora. A partir de julho ou agosto de 2020, outros nomes estarão se colocando e aí se terá o contraditório — com críticas diretas à sua gestão. Pode ser que o efeito teflon se repita, mas pode ser que não.

Maguito Vilela (PMDB): recall positivo em Aparecida repercute em Goiânia | Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

Há alternativa a Iris Rezende no MDB, com condições de ser eleito? Agenor Mariano, Bruno Peixoto e Andrei Azevedo são considerados fracos, eleitoralmente, até por aliados. A única saída é o nome de Maguito Vilela, que, segundo as pesquisas, tem chance de ser eleito. Ele aparece na frente, por exemplo, de Adriana Accorsi, Francisco Júnior, Elias Vaz, Major Araújo e Cristina Lopes.

Há quem diga que Iris Rezende pode bancar Maguito Vilela para vice. Quem conhece os dois confirma que estão articulando juntos em Goiânia. Só não se sabe o que estão, exatamente, articulando.