Maguito Vilela não sai do jogo e continua articulando para prefeito em Goiânia

O vereador Romário Policarpo, cotado para ser vice de Maguito Vilela, aposta que Iris Rezende não disputa a reeleição

Registrar os movimentos reais da política não é nada fácil. Porque a política também se faz com balões de ensaio, que, embora pareçam ficcionais, também são parte do jogo verdadeiro da política. Até os blefes são reais e fazem parte das táticas e estratégia.

O MDB de Goiânia tem, no momento, dois jogos — e ambos, aparentemente, verdadeiros. Primeiro, há os que afirmam que o prefeito Iris Rezende será candidato à reeleição (leia nota nesta edição). Segundo, há os que garantem que o candidato será Maguito Vilela.

Maguito Vilela : a segunda principal aposta do MDB em Goiânia | Foto: Fernando Leite

O ex-governador de Goiás e ex-prefeito de Aparecida de Goiânia Maguito Vilela já disse que, se Iris Rezende for candidato, tira o seu bloco da rua e, no mesmo dia, passa apoiá-lo. Frisou também que, sem o apoio do prefeito, não disputará o pleito. Há arestas entre os dois, por causa do presidente do MDB, Daniel Vilela, filho de Maguito Vilela, mas eles continuam amigos. Antes da pandemia, estavam conversando com frequência, no Paço Municipal.

Bem, Iris Rezende será candidato? Não se sabe. Ninguém sabe. Talvez nem ele. Um aliado do prefeito disse o seguinte ao Jornal Opção: “Iris Rezende talvez não dispute, por causa da pandemia, sobretudo. Mas sabe que, se disser que está fora do páreo, que não tem expectativa de poder, no dia seguinte, perderá força política. Portanto, do ponto de vista político e, até, administrativo, é melhor permanecer como pré-candidato, ou como um não-candidato que, de repente, pode se tornar candidato. Na política só se respeita de verdade quem está no poder e quem tem expectativa de poder”. Mas ele não ama a política? “Iris ama a política, sobretudo é apaixonado pela administração pública. Entenda, portanto, o que estou dizendo ao jornal. O que estou falando é que, por causa da pandemia, ele pode não disputar. Mas não estou sugerindo que ele gostaria de deixar a prefeitura. Fui claro?”

Nada é claro em política, sobretudo quando o assunto é Iris Rezende, um político enigmático e de fala enviesada.

Romário Policarpo: cotado para vice de Maguito Vilela | Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

Coloca-se, agora, a outra questão. Se sairia do páreo, se Iris Rezende for candidato, por que Maguito Vilela ainda é apresentado como pré-candidato e está articulando, conversando com líderes do Patriota, que tende a indicar o vice — se o candidato for o pai de Daniel Vilela —, e do Podemos, além de outros partidos, como o PSD do senador Vanderlan Cardoso e do ex-deputado federal Vilmar Rocha?

Porque Maguito Vilela não tem certeza de que Iris Rezende planeja realmente ser candidato. Como pretende disputar, está se antecipando e abrindo diálogo com as várias correntes políticas. Não quer deixar para articular em cima da hora. O presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Romário Policarpo, postula que Iris Rezende não será candidato à reeleição e que o nome do MDB será o de Maguito Vilela. Ele aposta que este é o quadro mais solidificado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.