Luiz Stival pode ficar no governo, mas deve ser afastado da Agência de Habitação

Polícia Federal investiga se a Agehab doou cheques-reforma para beneficiar candidata a prefeita de Nova Veneza

Luiz Stival

O fato de o presidente da Agência de Habitação (Agehab), por uma ação supostamente indevida — teria beneficiado sua mulher como candidata a prefeita de Nova Veneza —, ter atraído uma investigação da Polícia Federal desagradou profundamente a cúpula do governo de Marconi Perillo (PSDB). O que se diz é que as ações do presidente Luiz Stival — tachado de Didi Mocó, o Trapalhão, até por governistas — não têm nada a ver com o governo do Estado. Quer dizer, foram iniciativas próprias, não incentivadas pelo governo, para beneficiar o PSB e o PPS. Resultado: Luiz Stival pode até ficar no governo, mas dificilmente será mantido à frente da Agehab.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.