Lúcia Vânia faz discurso agressivo e constrange evento de entrega de moradias

Enquanto participantes comemoravam 640 novos apartamentos para famílias carentes, senadora usa tom solene para minimizar papel de políticos

Senadora Lúcia Vânia no evento| Foto: reprodução

Em evento com tom festivo e de celebração por parte de 640 famílias que tiveram acesso às chaves de apartamentos do Residencial Nelson Mandela, na manhã deste domingo (25/2), a senadora Lúcia Vânia (PSB) protagonizou um discurso agressivo e ácido, que acabou por constranger os presentes.

Enquanto as autoridades preferiam comemorar a entrega dos apartamentos enquanto resultado de parcerias e ações conjuntas, a parlamentar deu um tom solene a sua fala, ao abordar as recentes mazelas de um Brasil em crise, sem fazer o contraponto com as gestões realizadoras e corretas.

Diante de autoridades como o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB); o vice-governador Zé Eliton (PSDB); o ministro das Cidades, Alexandre Baldy; e o presidente da Caixa, Gilberto Occhi; a senadora buscou minimizar o papel que cada um desempenhou para que a obra se tornasse realidade, uma luta que dura desde 2010.

Segundo Lúcia Vânia, o residencial foi construído, não porque ela, o presidente Michel Temer ou o governador Marconi tenham “colocado a mão no bolso”, mas seria resultado “do imposto que cada contribuinte paga”.

Coube ao ministro das Cidades, Alexandre Baldy, em seu discurso, responder a senadora, de maneira sútil. “É nossa obrigação retornar os impostos que são pagos em obras e melhorias, e isso só é possível com responsabilidade e com gestão. E hoje entregamos essa obra tão importante para o povo merecedor”, completou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.