Lincoln Tejota diz que parte do PMDB fica com Zé Eliton e parte com Ronaldo Caiado

Se Caiado for para o segundo turno com Eliton, a tendência é que o grupo de Maguito e Daniel Vilela fique com o candidato tucano

Lincoln Tejota, Ronaldo Caiado, Daniel Vilela e Zé Eliton | Fotos: Alego, Câmara Federal e André Saddi

O deputado estadual Lincoln Tejota diz que “o PMDB está irremediavelmente dividido. Uma ala, a capitaneada pelos prefeitos Adib Elias, de Catalão, Ernesto Roller, de Formosa, e Paulo do Vale, de Rio Verde, prefere compor com o senador Ronaldo Caiado. A outra ala, majoritária, banca o deputado federal Daniel Vilela para governador. Se Caiado for para o segundo turno, o PMDB racha ainda mais. A corrente do ex-governador Maguito Vilela certamente não compõe com o postulante do DEM e tende a subir no palanque de Zé Eliton, o pré-candidato do PSDB a governador. Caiado é visto como individualista e o eleitor não quer saber de campanha rancorosa, raivosa”.

Lincoln Tejota afirma que “rodando” todo o Estado. “O que vejo é um Zé Eliton animado e um governo presente em todas as cidades de Goiás. Percebo também que as oposições estão ausentes das cidades, inclusive aqueles governadas por prefeitos do PMDB. Zé Eliton está cada mais forte, sobretudo porque está se tornando conhecido. Os políticos do interior gostam de seu estilo franco e aberto. Vale frisar que os partidos sólidos de Goiás vão estar no palanque do postulante do PSDB. Quem tem PSDB, PSD, PSB, Solidariedade, PROS, PP, PR e PDT conta com um verdadeiro exército. Somados os partidos com os prefeitos da maioria das cidades, o nosso exército eleitoral é invencível.”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.