Liberdade de expressão deve ser para todos, não apenas para jornalista

Fabiana Pulcineli, de “O Popular”, é uma jornalista de primeira linha, de integridade inquestionável. Ela é sempre crítica. Por isso seus leitores estranharam quando informou que pretende processar aqueles que a criticam. Repórteres devem defender a liberdade de expressão para todos — não só para si.

Tudo indica que o espírito autoritário da “nova” sociedade brasileira, a que está produzindo Jair Bolsonaro e Fernando Haddad — nenhum deles símbolo do verdadeiro democrata —, está contaminando todos, até alguns dos melhores jornalistas do país. Nem se está falando de Fabiana Pulcineli, e sim do comportamento generalizado dos indivíduos, sobretudo nas redes sociais. Ressalte-se que a jornalista tem se comportado de maneira democrática com seus críticos. Até agora.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.