Leila do Vôlei hoje é mais forte do que Ibaneis Rocha em Brasília

O senador José Antônio Reguffe é o favorito, disparado, na disputa pela vaga do Senado em 2022

Leila do Vôlei, senadora pelo Distrito Federal | Foto: Reprodução

A eleição para governador será disputada daqui a dois anos e nove meses, mas as pesquisas já começam a ser feitas. Em Brasília, o governador Ibaneis Rocha faz um governo mediano, mas considerado idiossincrático e pouco proativo pelos eleitores. O gestor emedebista é tido como imprevisível e muda de ideia toda hora. Ele seria mais midiático do que um administrador efetivo, um realizador. Talvez por isso a senadora Leila do Vôlei, do PSB, começa a deixá-lo para trás.

Se a eleição fosse realizada hoje, Leila do Vôlei seria eleita com facilidade, deixando Ibaneis Rocha bem para trás. Para piorar a situação do governador, o senador José Antônio Reguffe, do Podemos – e não pertence ao seu grupo político –, aparece disparado para a única vaga do Senado, em 2022. No momento, Reguffe é hors concours. O senador Jorge Kajuru (Cidadania) é peremptório: “Leila e Reguffe vão ser eleitos. As ruas querem”.

José Antônio Reguffe, senador pelo Distrito Federal: favorito para mais um mandato | Foto: Moreira Mariz/Agência Senado

Até aliados dizem que Ibaneis Rocha, dado seu estilo trator de esteira, no lugar de aglutinar, de conquistar novos aliados, está perdendo apoio. “A palavra agregar não consta do dicionário político de Ibaneis”, afirma um deputado distrital. “Ibaneis é o típico político de um só mandato”, frisa outro parlamentar. Os dois deputados sublinham que, em Brasília, muita gente já começa a sentir “saudade” do ex-governador Rodrigo Rollemberg – que, ao deixar a gestão, era mal avaliado.

Já Leila do Vôlei é vista como uma política decente e que tem visão para o social. “Ibaneis Rocha, talvez por ser rico, não pensa nos pobres. O social, para ele, praticamente não existe”, diz um deputado. “Leila é mais, por assim dizer, ‘humana’”, acrescenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.