“Jogada de mestre” de Dioji Ikeda dá errado e população reclama

Divulgação

Divulgação

Em Inhumas, Dijoi Ikeda (PDT) recuperou um pouco de sua imagem. O prefeito, que estava com a popularidade em baixa, fez muitas obras nos últimos seis meses, limpou a cidade e isso fez com que a população voltasse a enxergá-lo como possibilidade para a eleição de outubro.

A pergunta é: será suficiente? As informações são de que não existe “mar de rosas” para Dioji. Ele teria tentado uma “jogada de mestre” que deu errado.

Um vereador conta que o prefeito queria transformar a recém-inaugurada UPA em hospital e, por isso, já tinha mandado “desmontar” o Cais da cidade para fazer, no lugar, uma maternidade.

O problema é que a UPA é uma Unidade de Pronto Atendimento que faz parte de um projeto federal e que, portanto, não pode ser modificado. Diante da impossibilidade, e da pressão popular, Dioji recuou e o Cais, aparentemente, voltou a funcionar.

Outras duas questões estariam preocupando Dioji. A primeira é o fato de ainda estar atrás nas pesquisas; a outra é que, segundo políticos da cidade, o prefeito tem passado muito tempo em Goiânia, tentando “agilizar” a aprovação de suas contas no TCM. Se não forem aprovadas, ele pode ficar fora do pleito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.