O secretário de Articulação Institucional do governo de Goiás, Joaquim de Castro, não abre mão e exige a vaga de Virmondes Cruvinel (pai) no Tribunal de Contas dos Municípios.

Na eleição de 5 de outubro, Joaquim de Castro apoiou Virmondes Cruvinel Filho para deputado estadual, na região de Jussara, e agora cobra o cumprimento do suposto “acordo de cavalheiros”.