Peemedebistas criticavam o governo do Estado, mas são “obrigados” a defender o prefeito da capital, que atrasa salários 

Iris Rezende e José Nelto: o segundo está com dor de cabeça

O deputado José Nelto (PMDB) foi encontrado “apertando” a cabeça com as duas mãos. Motivo: o partido atacou o governo do Estado quando passou a pagar o salário dos servidores até o dia 10, seguindo a lei, e, no momento, tem sido obrigado a defender o prefeito de Goiânia, Iris Rezende, que não conseguiu quitar a folha dentro do mês trabalhado — rompendo uma tradição que vem desde Nion Albernaz. Sem corar, os peemedebistas usam a tese da “permissão legal”.

José Nelto pelo menos fica com a cabeça doendo.