Relato de um petista: “Eu e um deputado fomos ao apartamento de Iris Rezende. Lá, ouvimos suas histórias, as mesmas de sempre, porém, quando o nome de Marconi Perillo foi citado, ficou com o rosto crispado. Ele nos disse que Mário Covas, que governou São Paulo, orientou o governador goiano para ‘atacá-lo’. O tucano paulista teria dito, na versão do peemedebista-chefe: ‘Pise na cabeça de Iris’”.

O Jornal Opção ouviu dois tucanos, ambos bem próximos do governador Marconi Perillo, e nenhum deles confirma a história contada por Iris Rezende aos petistas. “A longevidade política de Iris”, afirma um dos tucanos, “tem a ver com o fato de que o governador decidiu não persegui-lo. Marconi é um político tolerante”.