Gustavo Mendanha pode estar fazendo campanha eleitoral extemporânea no interior

O prefeito de Aparecida de Goiânia estaria se apresentando aos eleitores — como candidato — com o objetivo de pontuar nas pesquisas

Reunião na Câmara Municipal de Formoso | Foto: Divulgação da equipe da Mendanha

O Ministério Público de Goiás, o Ministério Público Federal e a Justiça Eleitoral ainda não se atentaram para um fato: há indícios fortes de que o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha, está fazendo campanha eleitoral extemporânea, em várias cidades do Estado — e inclusive em logradouros públicos, como a Câmara Municipal de Vereadores.

Sob o pretexto de que está se apresentando ao eleitorado, para pontuar nas pesquisas, Gustavo Mendanha passa um tempo cada vez maior em cidades do interior (a Prefeitura de Aparecida estaria sendo dirigida, de maneira terceirizada, por dois secretários). Os “cartazes” exibidos neste texto estão sendo divulgados pela equipe do prefeito.

Evento político-eleitoral na Câmara Municipal de Trombas | Foto: Divulgação da equipe de Gustavo Mendanha

Com os “cartazes” na mão, um advogado especializado em Direito Eleitoral concluiu: “Se isto não é campanha eleitoral, nada mais é campanha eleitoral”. Mas outro discorda: “Se Gustavo Mendanha já for pré-candidato, o artigo 36 permite suas idas ao interior”.

Um especialista acrescenta: “É preciso saber qual é a fonte do financiamento dos encontros. Como está rompido com o MDB, não é, portanto, o partido que está bancando os encontros. Dependendo de quem estiver bancando, por exemplo se for a Prefeitura de Aparecida de Goiânia, poderá ficar caracterizado ato de improbidade administrativa”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.