Rosângela Magalhães pode ser uma das advogadas bancadas pelo grupo do presidente da OAB-Goiás, Lúcio Flávio de Paiva, para o cargo de desembargadora. O desembargador Geraldo Gonçalves aposenta-se em junho deste ano.

Carlos Márcio, sócio de Lúcio Flávio, cotado para o cargo de desembargador, é visto como “ainda muito jovem”. Dificilmente, ao menos no Tribunal de Justiça de Goiás, alguém se torna desembargador, sobretudo se do quinto constitucional, com menos de 50 anos. Ele estaria sugerindo a colegas que está fora da disputa.

Carlos Márcio é filho do desembargador aposentado Jamil Macedo, uma das figuras mais respeitadas do Judiciário goiano.