Grupo articulado por Edivaldo da Cosmed vai bancar candidato a prefeito de Inhumas

PSL, PTC e Cidadania apresentam quatro nome para a disputa: Edivaldo da Cosmed, Amélio Jacomo, João Renato e Márcio Luciano

Edivaldo da Cosmed: pré-candidato a prefeito de Inhumas pelo PSL | Foto: Reprodução

O céu não é mais de calmaria para o prefeito de Inhumas, João Antônio Ferreira, do PSD. A base do governador Ronaldo Caiado apresentou dois nomes para a disputa — Leandro Essado, do Democratas, e Bruno Braz, do Podemos. Ambos são vereadores; o segundo, presidente da Câmara Municipal. Mas há outro grupo de oposição, capitaneado pelo empresário Edivaldo dos Santos Ribeiro, o Edivaldo da Cosmed.

Ao ser perguntado pelo repórter do Jornal Opção se havia desistido da disputa, Edivaldo da Cosmed disse que “não”, mas acrescentou que o projeto da frente política da qual participa não passa apenas por seu nome. “Tanto posso disputar quanto posso apoiar outro nome.”

Amélio Jacomo: pré-candidato a prefeito pelo Cidadania | Foto: Reprodução

“Nosso grupo tem quatro nomes que podem disputar a Prefeitura de Inhumas: eu, que sou filiado ao PSL, o empresário João Renato (PTC), o empresário e radialista Márcio Luciano (PSL) e o vereador Amélio Jacomo (Cidadania)”, afirma Edivaldo da Cosmed. “Nós vamos definir o candidato por intermédio de pesquisa. Quem estiver mais bem avaliado e obtiver mais aceitação no grupo será o candidato. A pesquisa será o fator determinante.”

Inquirido se o grupo poderá aliar-se ao grupo do ex-deputado José Essado (DEM), Edivaldo da Cosmed disse: “Nosso grupo pode caminho sozinho, mas, sim, vamos abrir conversações com o grupo de José Essado. Vamos falar também com o ex-prefeito Dioji Ikeda”. E acrescentou: “Na verdade, o desejo do nosso grupo é participar do pleito como uma terceira via isolada”.

Edivaldo da Cosmed tem 48 anos e dirige uma empresa que está no mercado há mais de 20 anos. O grupo — que trabalha no sistema de franquia — é responsável por 2 mil empregos, entre diretos e indiretos. “Só em Inhumas são 400 empregos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.