Governismo aposta que Eliton e Daniel crescem e Ronaldo Caiado tende a cair

A base governista comemorou ao menos um dado da pesquisa Serpes/Acieg. O fato do pré-candidato do DEM, senador Ronaldo Caiado, aparecer com 44% é visto, paradoxalmente, como “positivo”. Estranho? Nem tanto.

Acredita-se que Ronaldo Caiado não tem como manter tais números, com o acirramento da pré-campanha e da campanha. Aí cria-se o clima de queda e virada.

Governistas sugerem que José Eliton, pré-candidato do PSDB, e Daniel Vilela, pré-candidato do PMDB, ainda não são conhecidos suficientemente dos eleitores, que, por isso, não têm como avaliá-los e mesmo mencioná-los. Aposta-se que, quando se tornarem conhecidos, tendem a crescer e vão, exatamente, retirar votos-eleitores de Ronaldo Caiado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.