O promotor de Justiça não afirma que pretende ser candidato, mas há apoiadores no meio político e no Ministério Público

Fernando Krebs: objeto de desejo do PMDB para disputar mandato de senador | Foto: João Sérgio

O deputado José Nelto (PMDB) teria dito a dois interlocutores que a única maneira de combater o vereador Jorge Kajuru (PRP) é bancando uma pessoa para o Senado que, apesar de nunca ter disputado mandato eletivo, é relativamente conhecida.

José Nelto, que deve disputar mandato de deputado federal, não chegou a mencionar o nome de Fernando Krebs, promotor de justiça dos mais atuantes em Goiás. Mas três peemedebistas avaliam o representante do Ministério Público como um candidato consistente. “Krebs tem uma imagem positiva, é apontado como incorruptível e há quem o perceba como um dos principais oposicionistas ao ‘império tucano em Goiás”, afirma um vereador.

Fernando Krebs não se manifesta publicamente sobre o assunto. Promotores que convivem com ele sugerem que a tendência é que não dispute mandato eletivo (o MP não aprova candidaturas). Mas admitem que ele gostaria de ser político. “Krebs é um dos promotores de Goiás que mais apreciam discutir política, o que não significa, necessariamente, que vai postular mandato em 2018”, sublinha um promotor.