Ex-reitor da PUC Wolmir Amado pode ser candidato a governador pelo PT

A outra opção é o reitor da UFG, Edward Madureira, mas o educador tem dito que não planeja disputar mandato em 2022

Wolmir Amado, ex-reitor da PUC Goiás | Foto: Edilson Pelikano / Jornal Opção

O ex-reitor da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC) Wolmir Amado planeja disputar mandato de deputado federal. Acredita-se que, mesmo sem coligações partidárias, o PT poderá eleger ao menos dois deputados federais no Estado — se a “onda vermelha”, desencadeada pela candidatura de Lula da Silva a presidente da República, se confirmar. Um deles é o deputado federal Rubens Otoni, apontando como hors concours. O segundo poderia ser Wolmir Amado. Há quem no petismo postule que o reitor da Universidade federal de Goiás, Edward Madureira, poderá ser candidato a governador ou a deputado federal. Ao Jornal Opção, o doutor em Agronomia disse, recentemente, que não pretende ser candidato. “Edward teme que qualquer declaração sua, neste momento, prejudique a universidade”, pontua um petista.

Edward Madureira: reitor diz que não disputa mandato em 2022 | Foto: Fábio Costa/Jornal Opção

Wolmir Amado é cotado para disputar mandato de deputado federal. Mas estaria à disposição do PT para projetos maiores — com o objetivo de formatar um palanque para Lula da Silva em Goiás. Noutras palavras, o ex-reitor — figura respeitada na sociedade goiana — pode ser candidato a governador. Ele ou Edward Madureira. Ou um vice do outro. “Seria a chapa da Educação”, propõe um ex-deputado petista.

No caso de derrota, Wolmir Amado e Edward Madureira — um deles ou os dois — poderiam ocupar cargos no governo de Lula da Silva, se este for eleito presidente da República, em 2022. Do reitor da UFG o que mais se ouve é: “Está preparado para ser o próximo ministro da Educação”. Por dois motivos. Entende tudo de educação e é apontado como um “gestor altamente eficiente”. Pode-se dizer o mesmo de Wolmir Amado. São dois educadores de primeira linha.

Katia Maria: presidente do PT | Foto: Reprodução

Há outra opção é a professora Kátia Maria. A presidente do PT em Goiás é articulada e tem discurso afiado. Ele disputou o governo em 2018 e fez uma campanha que, se não alcançou a vitória, pode ser apontada como consistente.

O que os petistas estão sugerindo é que “o PT está no jogo”. Uma coisa é certa: o partido não compõe com o governador Ronaldo Caiado, do DEM, nem com Gustavo Mendanha (de saída do MDB), que é bolsonarista e ultraconservador (em termos de comportamento, é contrário a tudo àquilo que o PT propõe).

Uma resposta para “Ex-reitor da PUC Wolmir Amado pode ser candidato a governador pelo PT”

  1. Avatar João Carlos disse:

    Boas opções para o PT em Goiás! Gostei

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.