CPI dos Incentivos pode ser presidida por Álvaro Guimarães e Aidar ficar na relatoria

Emedebista desconversa e diz que definição final só será feita na terça-feira, 12

Idealizada pelo deputado estadual Humberto Aidar (MDB), a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Incentivos Fiscais pode ser presidida por Álvaro Guimarães (DEM).

A relatoria, por sua vez, pode ficar com o emedebista idealizador da CPI. O democrata havia reclamado da composição da CPI da Enel, definida na quinta, 7, que não teve representatividade de seu partido.

Procurado pelo Jornal Opção, Aidar disse que ainda não há nada decidido e que ele pode ficar tanto na presidência como na relatoria e que isso só será definido na terça-feira, 12. Também contatado, Álvaro Guimarães não atendeu às ligações.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.