Construção do posto de gasolina em frente a condomínio foi aprovada pelo MP, Amma e Justiça

O advogado Adilson do Prado afirma que não há ilegalidade alguma na construção do posto de combustíveis numa área privada

Na semana passada, a coluna Bastidores, do Jornal Opção, publicou uma nota, “Construção de posto de combustíveis em frente ao condomínio Housing Flamboyant provoca revolta”, a respeito da edificação de um posto da rede Z+Z. Por intermédio do advogado Adilson do Prado, a empresa decidiu se manifestar. Para construir o posto, numa área privada, o posto assinou um “Termo de Ajuste de Conduta (TAC), redigido pelo Ministério Público, com a presença de representantes da Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma) e homologado pelo juiz da 13ª Vara Cível de Goiânia”.

Portanto, apesar dos protestos dos moradores — que temem poluição e desvalorização dos imóveis —, a construção é, segundo o advogado da empresa, legal e legítima. Tanto que passou pelo crivo do Ministério Público, da Amma e da Justiça. O advogado frisa que a área, que fica em frente ao Housing Flamboyant, nas proximidades do Alphaville e do Autódromo Internacional de Goiânia, estava à venda e que o condomínio não se ofereceu para comprá-la.

A obra ainda não foi iniciada, mas já está legalmente autorizada.

Leia mais

Construção de posto de combustíveis em frente ao condomínio Housing Flamboyant provoca revolta

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.