Comissão de Ética concede 15 dias para Friboi e Frederico Jayme se explicarem sobre apoio a Marconi

[Frederico Jayme e Júnior Friboi: na linha de fogo de Iris Rezende e do deputado José Nelto]

A Comissão de Ética e Disciplina do PMDB deu 15 dias de prazo — a partir da notificação — para o empresário Júnior Friboi, o ex-deputado Frederico Jayme e Emival de Oliveira Santos se explicarem sobre a “denúncia” de suposta infidelidade partidária. Os três, embora filiados ao PMDB, não apoiaram Iris Rezende para governador, nas eleições de 2014, e optaram por apoiar a candidatura do governador Marconi Perillo, do PSDB.

Os três políticos serão notificados por Dorival (Dori) Mocó nos próximos dias.

O ex-prefeito de Goiânia Iris Rezende, o deputado estadual José Nelto e o presidente do PMDB, Samuel Belchior, são os três políticos mais empenhados em expulsar Friboi, Frederico Jayme e Emival de Oliveira Santos.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.